Vereador Arnaldo Godoy BH
Vereador Arnaldo Godoy fala sobre os desafios ambientais em BH

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Conheça a opinião do vereador de Belo Horizonte Arnaldo Godoy sobre Meio Ambiente e os desafios da capital mineira para os próximos anos.

SAM: Como vereador eleito de Belo Horizonte o que senhor pretende fazer em nível local para contribuir com a preservação do meio ambiente?

Arnaldo Godoy: Principalmente duas coisas. Impedir a canalização dos córregos e cursos d'água ainda remanescentes na cidade (são mais de 500 km ainda abertos) e fazer a sua recuperação, por meio de parques lineares e revitalização de margens com mata ciliar. Outra coisa é destinar recursos no orçamento de 2017 para a manutenção dos parques e áreas verdes públicas, de modo a impedir uma tendência existente na PBH para privatizar esses espaços.

SAM: Quais são os atuais desafios da legislatura em relação ao meio ambiente na capital mineira?

Arnaldo Godoy: O problema da poluição sonora e minimizar a emissão de poluentes de automóveis e principalmente dos ônibus e caminhões a diesel. Outro desafio está no avanço da especulação imobiliária, um embate inevitável em uma cidade que cresce e que possui um território geográfico limitado.

SAM: O que senhor acha sobre a atual situação da lagoa da Pampulha?

Arnaldo Godoy: O tombamento do Conjunto Moderno da Pampulha e o título de Patrimônio mundial da Humanidade foi algo essencial para captar recursos e obrigar o poder público, marcadamente a próxima gestão, a investir na despoluição da lagoa e preservar aquele belo e relevante acervo arquitetônico, paisagístico e ecológico de nossa cidade.

SAM: Qual sua opinião sobre a atual polêmica que envolve o comércio de animais no Mercado Central?

Arnaldo Godoy: Sou a favor da venda e comercialização dos animais no local. A administração do Marcado Central e os comerciantes sempre cumpriram as normas legais que regem a atividade e estão dispostos a novos ajustes para aprimorar o acondicionamento dos animais. É um comércio tradicional e acho que a questão está pautada pelas pet-shop, que são concorrentes diretas.

SAM: O que o senhor acha sobre a situação envolvendo as capivaras na Orla da Lagoa?

Arnaldo Godoy: Há polêmica entre especialistas. Alguns acham que a remoção das capivaras aumentará a população dos carrapatos que transmitem a febre maculosa; outros acham que não. Não tenho, portanto, opinião formada sobre isso. É um problema complexo, talvez um controle da população desses animais, por meio de castração, possa ser uma solução.

SAM: Algum recado para seus eleitores em relação à temática?

Arnaldo Godoy: Pressionar o poder público para a ampliar a coleta seletiva e que cada um de nós continue a buscar formas racionais para a destinação do lixo caseiro, evitando sacolas plásticas em favor das retornáveis, evitar o desperdício de água e energia, e buscar sempre mais qualidade de vida, valorizando nossos parques, praças e áreas públicas.

> Saiba mais sobre o vereador Arnaldo Godoy.

 

Deixe seu comentário

Comentários

  • Nenhum comentário