Vereador Irlan Melo fala sobre os desafios ambientais em BH

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Conheça a opinião do vereador de Belo Horizonte Irlan Melo sobre o meio ambiente e os desafios da capital mineira para os próximos anos. 

SAM: Como vereador eleito de Belo Horizonte o que senhor pretende fazer em nível local para contribuir com a preservação do meio ambiente?

Irlan Melo: Acredito que a preservação do meio ambiente começa com bons exemplos. Evitar desperdícios de recursos naturais, jogar lixo em locais apropriados é algo que todos nós sabemos, mas é sempre bom reforçar. Nos locais que visitei durante a campanha, inclusive no bairro onde cresci, observei vários lugares onde faltam obras de saneamento, faltam também uma coleta de lixo adequada e que atenda todos os domicílios, além de locais apropriados para o despejo de entulhos. Estes problemas já deveriam ter sido solucionados pelo poder público, e vamos cobrar de forma persistente uma solução definitiva. No âmbito local, a coleta seletiva também é algo que devemos incentivar, pois além de proteger o meio ambiente é uma fonte de renda para a população.   

SAM: Quais são os atuais desafios da legislatura em relação ao meio ambiente na capital mineira?

Irlan Melo: Pelo fato de ser um tema que vêm ganhando mais atenção recentemente, as leis ainda são muito genéricas e desconhecidas, o que permite muitas brechas. Esta situação faz com que algumas empresas encontrem espaço para continuar poluindo, ou apenas o fazem por desconhecer as normas. É importante debatermos mais as leis relacionadas ao meio ambiente, além disso, é preciso aumentar a fiscalização e intensificar a conscientização das empresas e das pessoas em relação à legislação ambiental.

SAM: O que senhor acha sobre a atual situação da lagoa da Pampulha?

Irlan Melo: É grande a quantidade de córregos com esgoto que deságuam nas águas do nosso patrimônio. Precisamos cobrar mais eficiência da prefeitura e da COPASA no processo de despoluição da lagoa, pois além de ser prejudicial à saúde do belorizontino que freqüenta a orla, o complexo da Pampulha é um dos nossos principais cartões postais, o lazer e o turismo daquela região podem e devem ser mais bem explorados. Não basta apenas tratar com produtos químicos, é necessário intensificar as obras de saneamento e combater os despejos de esgotos clandestinos que aumentam a poluição da lagoa.

SAM: Qual sua opinião sobre a atual polêmica que envolve o comércio de animais no Mercado Central?

Irlan Melo: As promotorias de defesa do meio ambiente, do consumidor e da saúde alegam que existem vários tipos de maus tratos aos animais vendidos no mercado central. Realmente são vários os laudos apresentados de animais machucados, cegos, mutilados, isto é inadmissível. Além disso, existe uma norma que proíbe a venda de animais e alimentos no mesmo espaço por questões de saúde, se existe a norma o Mercado Central não pode ser isento. Porém, nem todos os comerciantes do Mercado submetem seus animais aos maus tratos, sendo assim, seria interessante disponibilizar alternativas de algum outro espaço mais apropriado, que tenha a estrutura necessária para o bem estar dos animais sem perder de vista a questão cultural envolvendo o local e todas as atividades ali desenvolvidas.

SAM: O que o senhor acha sobre a situação envolvendo as capivaras na Orla da Lagoa?

Irlan Melo: Infelizmente acompanhamos a tragédia do menino Thales, que faleceu devido à febre maculosa. É um assunto complicado, mas que deve ser tratado em caráter de urgência. A justiça decidiu pela retirada imediata das capivaras da orla, porém a prefeitura ainda não finalizou a construção dos currais que receberão os animais. O grande problema não são as capivaras, e sim o carrapato estrela, por isso, não concordo com o extermínio dos animais. Porém, segundo especialistas, para combater o carrapato é necessário eliminar sua fonte de alimento, e tratar o local com inseticidas. Sendo assim, acredito que a castração dos animais, e a remoção para um local mais adequado seria a solução mais viável, acompanhado de um controle maior que evite uma nova proliferação.

SAM: Algum recado para seus eleitores em relação à temática?

Irlan Melo: Durante a nossa campanha afirmei que quero uma Belo Horizonte melhor para meus filhos crescerem. Acredito que é o desejo de todo belorizontino uma cidade mais justa, agradável e sustentável para as próximas gerações. Não só meus eleitores, mas todos os cidadãos de Belo Horizonte podem ter a certeza que vou representar e legislar sempre a favor de avanços em relação à sustentabilidade, desenvolvimento e a preservação do meio ambiente.

>Mais sobre Irlan Melo

 

 

 

Deixe seu comentário

Comentários

  • Nenhum comentário